segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Resposta. Te amo.

Eu sinto cá dentro de mim toda essa vida que você tanto fala que vou abandonar. Toda a minha beleza e toda a minha luz, meu amor, permacem ali, crescendo, desde o dia que você me viu chegar ao mundo. As escolhas que faço agora são as mesmas que você fez, certas ou erradas você fez, querer me fazer entender, querer me proteger, eu entendo os teus braços não querendo me soltar, mas você viveu e aprendeu, se me segurar, como vou entender? como vou aprender? como vou ver se é errado, se é certo se eu não tirar as minhas conclusões? como vou poder dizer sem nunca ter visto ou vivenciado?Tenho que fazer isso sozinha. Os caminhos que escolho agora me fazem feliz, não é felicidade falsa não, é felicidade plena. Sei que é um caminho arduo, dificil, mas sei também que tenho você para me apoiar, por que sei que o que importa pra você é o meu sorriso, verdadeiro. Na vida existem essas dores, essas desilusões, assim como você as teve, eu terei. Você vai se desgastar tentanto me mostrar o caminho que quer que eu siga, vou seguir o meu. Dos meus sentimentos somente eu posso saber, e mesmo que desnecessario te dizer, estou feliz e seria mais ainda com você enxergando isso. E o futuro, há de ter tanta coisa boa pra mim nele. Eu sou a mesma pessoa, a mesma menina com aqueles sonhos, sou aquela que tem os olhinhos de jabuticaba e a boquinha de cereja, sou eu. O meu brilho apenas seus olhos não querem enxergar mais. Meu palco tem cheiro de felicidade e minha estrada é infinita, a mão que me falta agora é só a sua. Pense...

2 comentários:

ARCANO disse...

Encontrei pedaços meus nas suas palavras *-*

gica beerhouse disse...

Pense...