quarta-feira, 1 de abril de 2009

Da minha/tua loucura...

...da fumaça do cigarro, da lua exibida, do olho amarelo do meu gato preto, do cheiro da gola da tua blusa, do beijo molhado, do suor do teu pescoço, do gosto da lagrima, da minha mão rasgando o travesseiro, da recusa de caricias sobre meu corpo de quem eu não conheço, do café com poesia, da música escolhida, da minha calma (mais calma), do pedaço de amor que eu provei, do gole de cerveja, dos ciúmes, da provocação, da birra, do verão, do inverno, outono e primavera, do lírio, do cinema, do convite, do medo (de não ter medo), da liberdade, da paixão, do sussurro ao pé do ouvido, da mordida na bochecha, do telefone, das horas, das madrugadas, da desconfiança, da insegurança, das palavras não ditas (que no final, sempre são ditas), das confissões de adolescente, do amor amadurecendo (e doendo), das voltas (muitas), do destino, da casualidade, dos pensamentos (transmitidos, que assustam), da inteligência, dos livros, do Caio e da Clarice, da cozinha e da cena de cinema, dos olhares maldosos, dos mesmos, apaixonados, dos amores passados (sofridos), da aflição de não saber, do querer e não querer, dos abandonos, dos amores passageiros (bons, mas passa.li.geiro). E voltamos, eis ai - Do porque que eu te amo.

2 comentários:

Ademar Oliveira de Lima disse...

Estive aqui lendo o seu blog!!
Abraço Ademar!!

Élle disse...

Da vida que joguei fora pela janela, dos medos e angustias de tentar e nao conseguir, do sofrimentos dos meus olhos, da cura inestimavel de minha alma, eis ai a forma porque te amei.

mari querida estou aqui agora. beijos :)