quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Plim - Plim


Um discurso cansativo e clichê. Foi assim que Aguinaldo Silva “retratou” ao seu publico o movimento estudantil.

Ora, vejamos de quem falo, Aguinaldo Silva, rede globo, novela do horário nobre, só em sonho que retratariam a realidade do movimento estudantil.

Mas não vejo outra forma de gritar por ajuda, de demonstrar minha indignação quanto ao que acontece no horário nobre da rede globo, a não ser o meu humilde blog.

A novela apresenta o movimento estudantil como um movimento baderneiro, sem sentido e feito por estudantes rebeldes, os chamados por ele de “alunos problema”, mostram professores preguiçosos, espertos, que querem trabalhar pouco e ganhar muito, e o acontecimento recente na novela, a acusação de racismo, sem sentido, feito pelo “aluno problema” ,Rudolf, ao reitor da Universidade particular Pessoa de Moraes.

Vamos as vias de fato...Movimento estudantil baderneiro, o autor mostrou que os estudantes não passam disso, de baderneiros querendo se mostrar, rebeldes sem causa, somos todos uns idiotas espertalhões que só querem atrapalhar o que está perfeito na universidade. Os professores não passam de preguiçosos, professor bom é aquele assim , mandaram tem que obedecer sem pestanejar.

E a acusação de racismo sem sentido só passa a imagem de que negro faz acusação de racismo por qualquer palavra dita, e de que os estudantes são vilões, querem tramar contra o reitor..

Pois bem, que a rede globo distorce tudo ao seu favor, que a rede globo faz proselitismo, todos nós sabemos. Mas essa novelinha ai ta me tirando sério. Ta extrapolando tudo. O autor está conseguindo, a imagem do movimento estudantil para o povo está assim, um bando de baderneiros sem sentido.

Sejamos todos nós estudantes calados. Ou ,quem sabe, viramos autores de novela?

Abraços.

4 comentários:

Capitão Marvel Jr disse...

Pior é o Reitor de óculos colorido...

Leee disse...

Não sei o que é pior na novela.
Um dia ouço um ator dizendo que o curso de sociologia é pra estudante idiota que quer pagar de intelectual! Isso foi absurdo! Tudo na globo me soa um tanto absurdo, é uma máquina de alienação, formação de idiotas! E o pior que tem gente que acredita em tudo que é falado nas novelas, nos jornais desse canal...e são estas as pessoas que lêem "Veja" e acreditam em tudo que a revista fala! Nessas horas é que eu realmente tenho vontade de desistir do mundo...mas não desisto.

beijos, menina.

Paulo Vilmar disse...

M!
Não vejo a novela, mas me entristece o que tenho lido ou visto sobre o assunto. Me entristece, mais ainda, porque o autor, sabe do que fala, e sabe(portanto) que fala errado. Sofreu muito preconceito, no início de sua carreira, por ser homosexual, foi militante de esquerda, lutou bravamente contra a homofobia, foi fundador do primeiro Semanário Gay do Brasil, se não me engano de nome, era "O Lampião da esquina". parece coisa de ex-fumante que é contra o cigarro. Se presta para o papel e por isso entristece...
Belo Post
Beijos

daniel disse...

cansativo... cliché... já vi isso em algum lugar... ah!, foi no BBB.

PS: vosmecê anda sumida. mande notícias de Marte (sempre quis ir aí).