segunda-feira, 29 de março de 2010

A rosa na mão

Tinha uma rosa na mão
Em passos lentos
Comendo a minha dor
Foi então
Que de longe a vi
Sorrindo a tristeza
Chorando por mim
Meu doce amor
Calou minha boca
Com tamanha tristeza
Arrancou-me a rosa da mão
Foi-se embora
Deixando-me para trás
Ainda vi
O seu olhar
De longe acalentando-me
Numa despedida
Num adeus
Marcando meu coração
Cravejando-o dos espinhos
Da rosa
Que não lhe dei.

Um comentário:

deh ramos disse...

olá! adorei teu blog.. tudo, tudo mesmo.. principalmente a maneira como escreves!

posso entrar e ficar à vontade? xD

voltarei sempre. bj :*